domingo, 19 de dezembro de 2010


Flor de Mel

Corpo flor-de-mel,
Doce beijo que veio.
Nem era primavera,
Mas era ela!

Flor-de-mel, doce
Corpo de desejo, beijo puro
E cheiro de primavera.
Assim era ela!

Corpo, flor e mel
Doce beijo, colorido de desejo.
Veio de pura primavera.
Assim, sem ela!

Guilherme zapata

4 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Não tão bela quanto tuas poesias!!^^ Mas muito obrigado!!! =P
    A flor do mel, ao meio dia do meu dia....

    ResponderExcluir
  3. Uau! Isso sim é admirar alguém!
    Beijo e boa semana.

    ResponderExcluir